domingo, 24 de novembro de 2013

Guerras Gempei




As Guerras Gempei tiveram como cenário sangrento o Japão antigo, e duraram de 1180 a 1185. Os combates civis foram travados pelos clãs Taira e Minamoto, sendo esses últimos os vitoriosos da série de conflitos colossais que culminou com a derrocada do clã Taira. A maior consequência das Guerras Gempei consistiu do advento do Xogunato no Japão, fato que delegou aos samurais de elite (no caso os Minamoto) o comando político e militar do país.

Yoritomo Minamoto

A longa estirpe dos Minamoto engendrou três Xoguns: Yoritomo (1147-99), Yoriie (1182-1204) e ainda Sanetomo (1192-1219). Com o término das Guerras Gempei, o regime vitorioso instaurou uma nova era denominada Kamakura, que teve como primeiro líder o Xogum Yoritomo Minamoto (ou Minamoto no Yoritomo). Ele era uma espécie de autoridade temporal, o generalato que relegava ao Imperador a função um tanto que decorativa na condução da nação. Pois “O Cara” era o Xogum. Foi inclusive o início do Período Kamakura, comandado sob a espada de Yoritomo Minamoto, que assim fundiu o poder político ao militar. O Xogum passou então a ser um título hereditário. Ou seja, você só seria o mandachuva se fosse um Minamoto. A situação perdurou até o ano em que a estirpe Minamoto passou o bastão para a arrancada da Família Hōjō, os “traíras do pedaço”, pois traíram os Taira para ajudar seu maior rival contra eles. Depois, usurparam os próprios Minamoto aliados. Bem ou mal, foi o clã que, naquela altura da história, passou a assumir a dianteira do militarismo samurai no Japão feudal.

Sara Minamoto descende linearmente deste famoso clã de samurais históricos. Durante sua infância, ela leu secretamente as narrativas dos confrontos titânicos entre os clãs arqui-inimigos Taira e Minamoto. Os primeiros portavam flâmulas vermelhas no campo de batalha, enquanto que o segundo exército distinguia-se pelos estandartes brancos à frente dos batalhões numerosos.

Dentre as contendas de ódio e sangue mais conhecidas do aludido período épico, Sara ficou especialmente impressionada com a Batalha de Kurikara, conflagração que deu um novo impulso e direção à guerra feudal japonesa, marcando a virada do jogo para os Minamoto. Foi deste ponto em diante que eles realmente começaram a minar o poderio militar e político dos Taira.



No livro Jogos Universais, Sara é surpreendida por sua mãe ao ler o relato da Batalha de Kurikara, que semeou a terra com um total de 70 mil mortos e feridos (outras fontes falam em 100 mil soldados vitimados). Histórias proibidas que influenciaram sua mente e seu destino, assim cumprindo os desígnios de sua casta guerreira.




Nenhum comentário:

Postar um comentário