domingo, 12 de janeiro de 2014

Ippon Shobu


Na academia Budōkan, às vezes o mestre exibia suas belas e elegantes armas perante alunos boquiabertos. Com elas demonstrava alguns kata (movimentos predefinidos) aos olhos admirados deles. Também as utilizava nas sessões de ippon shobu, os duelos com espadas verdadeiras e restritos aos sempais, os mentores mais experientes e de maior grau marcial no dojō.



“Quando eu completei vinte anos, e só depois do meu pai autorizar por escrito, o Sensei me permitiu entrar no grupo dos alunos mais avançados, os únicos que podiam treinar com espadas verdadeiras.
“Embora eu desejasse muito fazer aquilo, tremi na hora! Na minha estreia utilizando a katana, confesso que senti medo. Naquele dia, cada um de nós teve que enfrentar o Sensei. O mestre não iria me ferir de propósito, mas acontece que o gume afiado em movimento era aterrorizante. Ainda mais porque eu não me sentia nada segura com aquilo. Eu podia ser a causa de um acidente fatal comigo mesma, era o que eu mais pensava e temia na verdade.




         “No meu primeiro ‘ippon shobu’, precisei parar para respirar em várias ocasiões, enquanto ouvia as reprimendas do Sensei: ‘Yame! (pare!) O problema todo, Sara, é que você está pensando... pensando muito enquanto luta! Desse jeito não vai alcançar a perfeição da esgrima... Yame! Você não pode lutar e focar ao mesmo tempo nos pormenores do que está fazendo. A consciência fragmenta-se com tantos detalhes para lidar, é a mente errante atuando e deixando brechas durante a luta! Sua mente precisa fluir ao natural... Yame! Corrija sua postura de pés, você vacila ao se movimentar no tatame!... Yame! Faça uso do ‘zanshin’, a mente remanescente... A espada e o seu corpo pensarão e agirão por você automaticamente!... Apenas siga o espírito da espada na sua senda natural... Isso é a essência do estilo Seishindō-Ryu Kenjutsu que minha família vem ensinando há séculos. E nisso não difere do Kobudō que praticamos todos os dias com a shinai, lembra? Então encare tudo como uma dança na qual você é conduzida pela espada. O espírito da espada é mais sábio do que nós, não tente guiá-lo; apenas deixe-se levar por ele!’"

Nenhum comentário:

Postar um comentário