terça-feira, 27 de maio de 2014

O Computador Quântico da Google




O buscador do Google é dono da Inteligência Artificial mais rápida e mais poderosa do planeta. Mas, em agosto passado, a empresa Google uniu-se à NASA para obter o que pode ser a peça de hardware mais poderosa do gigante de buscas. E também a mais estranha que se conhece.



Localizado no Centro de Pesquisa Ames da NASA em Mountain View, Califórnia, a dois quilômetros do Googleplex, a máquina é literalmente uma caixa-preta, com 10 metros de altura. Funciona principalmente como um freezer que contém um único chip de computador baseado em silício, mas não construído com os minúsculos circuitos habituais de fio de nióbio.

Centro de Pesquisa Ames da NASA

Além disso, o cubo negro da Google é mantido a uma temperatura 150 vezes mais fria do que a que vigora no espaço sideral.



O nome da caixa está escrito de um lado e em letras grandes: D-Wave. Executivos da empresa dizem que a caixa-preta é o primeiro computador quântico prático do mundo, um dispositivo que usa mecânica quântica para processar números mais rápido do que qualquer máquina já construída na Terra.



Se eles não estão blefando, então será um extraordinário avanço dentro da Computação.

Hartmut Neven, cientista da computação do Google, convenceu seus patrões a trabalhar com a NASA no D-Wave. Seu laboratório está agora em parte dedicado a testar a máquina, jogando problemas para ver o quanto ela é capaz de resolvê-los.

Hartmut Neven

Animado e acadêmico de língua alemã, Hartmut Neven fundou uma das primeiras empresas de reconhecimento de imagem bem-sucedidas; A Google comprou-a em 2006, para fazer o trabalho de computador-visão em projetos que vão desde o Picasa ao Google Glass.



A otimização é uma parte fundamental do mecanismo aparentemente mágico do Google.

Na arquitetura binária dos computadores clássicos, a maquina processa um bit (0 OU 1) de cada vez. Mas computadores quânticos usam bits quânticos, os q-bits, que podem existir como 0 E 1 ao mesmo tempo. Isto é, eles podem operar assumindo o valor de muitos números simultaneamente, propriedade de sobreposição da informação que potencializa incrivelmente a velocidade de processamento do computador quântico.

Q-bits

A computação quântica é uma área tão nova e tão estranha que ninguém está realmente certo se o D-Wave é uma máquina deste tipo ou apenas um clássico binário. Nem mesmo as pessoas que o construíram sabem exatamente como ele funciona e o que ele pode fazer. Isso é o que Neven está tentando descobrir, sentado em seu laboratório, semana após semana, pacientemente aprendendo a conversar com o D- Wave: “É o que chamamos de 'supremacia quantum’”, isto é, uma nova era da computação mundial.



Nenhum comentário:

Postar um comentário